Entrevista – Ricardo Garcia: Desafios e perspectivas para 2019

77

O ano de 2019 se inicia com muitas perspectivas positivas para a economia do país e estamos atentos para garantir as melhores oportunidades e defender os interesses de nossas empresas.

A próxima convenção coletiva tem tudo para ser uma das melhores da nossa história, graças às inovações da Reforma Trabalhista, lembrando que a do ano passado já consolidou inúmeras conquistas. Este ano, entregaremos um presente às empresas associadas e filiadas: a inauguração da sede própria do SEAC-RJ.

Um sindicato unido e forte é garantia de desenvolvimento e progresso para os associados.

Que 2019 seja o melhor ano para as nossas empresas!

Entrevista com o presidente Ricardo Garcia

Quais são as perspectivas para o setor em 2019, diante do novo momento político e econômico?

Ricardo Garcia – O momento econômico ainda é muito delicado no país, especialmente para as empresas de prestação de serviços, devido à grande crise que vivemos nos últimos tempos. Mas, o momento político nos traz esperanças de que iniciemos este ano um processo de recuperação das empresas e dos contratos. Esperamos que seja um ano em que o ambiente de negócios seja menos hostil ao empreendedorismo. A legislação trabalhista, já modificada, começa a dar resultados, mas a expectativa é de que novas revisões melhorem ainda mais as negociações trabalhistas e, consequentemente, o ambiente de negócios e trabalho.

Quais os reflexos da Lei de Terceirização sobre o setor?

RG – A Lei de Terceirização trouxe uma mudança expressiva no ambiente de negócios das empresas de terceirização de serviços. Hoje, o tomador tem mais segurança para contratar nossos serviços. Já podemos perceber uma ampliação dos negócios, ainda que lenta, mas que começa a fazer a diferença.

O que esperar da próxima Convenção Coletiva?

RG – A próxima convenção coletiva no Rio de Janeiro começa em março, mas, evidentemente, já começamos a conversar com os empresários do setor. Certamente, os percentuais de reajustes salariais serão baixos em função de uma inflação muito menor de 2018 para 2019. Tendo em vista o momento econômico difícil, temos que ser mais conservadores nas negociações. Esperamos que fluam bem e que, no mês de abril, mais tardar, em maio, sejam concluídas, levando em conta, também, os avanços da Reforma Trabalhista.

Por que, cada vez mais, é importante para as empresas do setor, o fortalecimento do SEAC-RJ?

RG – É fundamental que todo setor tenha uma representatividade expressiva. O SEAC-RJ sempre foi uma entidade muito comprometida com os interesses dos empresários do setor e assim continuará, principalmente, nesse momento em que temos a oportunidade de garantir ainda mais as melhorias advindas da Reforma Trabalhista e da Lei da Terceirização. Entendemos que, com o acirramento da concorrência e o ambiente de negócios mais flexível, o fortalecimento do SEAC-RJ se faça cada vez mais necessário.

Quais os principais desafios a serem vencidos?

RG – A expectativa de uma Reforma Tributária benéfica para o país e para o setor; a Reforma da Previdência que traga uma economia mais saudável para o país, com estados e municípios gerando mais negócios; a expectativa de um país mais seguro, com mudanças na legislação, enfim, os desafios são muitos. Mas acreditamos que os governos que acabaram de iniciar conseguirão enfrentá-los e vencê-los.

Uma mensagem para todas as empresas do setor para 2019:

RG – Deixo uma mensagem de esperança e incentivo, no sentido de acreditarmos que iremos vencer as dificuldades impostas pelos governos anteriores, que não avançaram nas reformas necessárias para melhorar o ambiente de negócios em nosso país. Que 2019 seja o início dessas mudanças, para que possamos avançar com progresso e desenvolvimento de nossas empresas.

Feliz e próspero 2019

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui